Hipnose na Prática – O que é Hipnose Ericksoniana? – parte 1

Você sabe por que a hipnose ericksoniana é tão famosa?

Este vídeo faz parte da série de iniciantes e vai contar mais um pouco sobre a história da hipnose, porque a teoria é base da prática, saber sobre a história da hipnose pode lhe dar uma boa autoridade no pré-talk, assim como eu falei no artigo sobre induções hipnóticas. E no vídeo anterior desta série falei sobre o que é hipnose de palco e como pode ajudar um hipnoterapeuta.

Como já falei nos vídeos anteriores, nosso intuito com este projeto é divulgar essa ferramenta fantástica que é a hipnose e aumentar o nível de qualidade de quem já estuda e passando conteúdos de forma organizada e de confiança.

Eu sou Filipo Lima, co-criador do projeto “Hipnose Na Pratica”, amo hipnose assim como amo ajudar as pessoas.

Ao descobrir que a hipnose servia para fazer terapia, que poderia me ajudar e ajudar as pessoas ao meu redor fiquei fascinado. Foi então que descobri a hipnose ericksoniana, e o grande e famoso Milton Erickson.
Comecei a estudar as técnicas de hipnose ericksoniana e no início achei um “bicho de sete cabeças”, pois não entendia nada, foi onde resolvi dar alguns passos para trás nos estudos e descobrir o que é Hipnose Ericksoniana e como ela surgiu.

Para começar Hipnose é sempre hipnose, porém houve uma diferenciação no mercado, formando duas categorias a hipnose clássica e a hipnose ericksoniana. Essa diferença surgiu quando o Dr. Milton Hyland Erickson, médico psiquiatra e psicólogo criou uma maneira diferente da hipnose na época, passando a ser considerada hipnose moderna.

Graças a uma poderosa pesquisa de Dr. Milton Erickson, que criou-se a Hipnoterapia Ericksoniana Ética Científica e Moderna que foi incorporada na área da saúde em 1956, sendo reconhecida como uma técnica psicoterápica nos EUA, e depois de algum tempo foi reconhecida pela sociedade profissional da psicologia e odontologia.

Em 1957, Erickson fundou a “América Society of Clinical Hypnosis” (Associação Americana de Hipnose Clínica). Publicou livros e artigos para todo o mundo e a hipnose começou a ser conhecida na área clínica. Hoje há milhares de artigos a respeito da hipnoterapia, sendo alguns artigos escritos pelo próprio Milton, outros escritos por seus alunos, e alunos de seus alunos.

Isso mostra que mesmo depois de sua morte (1980), a técnica tem sido divulgada e mais usada em diversas áreas. Provando como é eficiente.

No Brasil a hipnose foi aceita pelos conselhos regionais da área médica em 1996, na psicologia em 2007, na odontologia em 2008, fisioterapia em 2012 e em muitas outras áreas estão sendo aplicadas as técnicas de Erickson, embora ainda não sejam reconhecidas pelos conselhos, como nos esportes, em direito, em vendas e em muitas outras, irei fazer um vídeo sobre os “Benefícios da Hipnose”, ai lá falarei outras áreas.

A definição de hipnose de Milton Erickson era: “A hipnose é uma relação especial entre duas pessoas. E toda comunicação de sucesso é hipnose”.

A grande diferença da hipnose Ericksoniana perante a clássica é o fato de Milton ter conseguido hipnotizar em uma conversa, aparentemente “normal” ou não. No caso ele reduzia a mente consciente e acessava a mente inconsciente com uma linguagem gentil, aberta, não diretiva, um convite à experiência.

Então a grande descoberta de Milton foi criar uma hipnose voltada 100% a terapia onde o paciente não precisa fechar os olhos, relaxar, de um momento específico (logicamente se houver é melhor, porém não é necessário), dizem que 90% do seu tratamento era feito com a hipnose conversacional.

Agora, se você quer saber qual é o Primeiro Passo para Hipnotizar Qualquer Pessoa (Mesmo as Ditas Mais Difíceis) do Zero ao Avançado é só digitar em seu navegador:

www.HipnoseNaPratica.com.br

Nos vemos lá!!!

ACESSE AO NOSSO TREINAMENTO PARA SEGUIDORES VIPs COM CONTEÚDO EXCLUSIVO  PARA COMEÇAR A HIPNOTIZAR RAPIDAMENTE!!!

Deixe seu comentário, dúvida ou sugestão

Campos obrigatórios são marcados com *